Nóbrega e Sousa - Obra Musical

domingo, maio 27, 2007

Maria Dilar: "Longe do Céu..." (1968)

1968
Marfer
MEL. 2-117

1. Longe do Céu
(António José / Ferrer Trindade)

2. Quando Me Inamoro

(Mario Panzeri / Daniele Pace - Roberto Livraghi)

3. Já Não Sou Criança

(Hernâni Correia / Nóbrega e Sousa)

4. Millie
(Sammy Cahn / Jimmy Van Heusen)

Maria Dilar (voz)
acompanhamento orquestral não identificado


Maria Dilar (n. 1945) iniciou a sua carreira precisamente na década de 1960, tendo previamente gravado para a etiqueta Alvorada, da Rádio Triunfo. Neste seu EP, editado pela firma espanhola Marfer, juntam-se duas versões de canções estrangeiras de sucesso com duas outras originais. Em relação às primeiras, tratava-se de "Quando M'Innamoro" - tema que Anna Identici levara ao sexto lugar no Festival de Sanremo de 1968 - e de "Millie", do musical americano homónimo. No que tocava às portuguesas, o lado A abria com "Longe do Céu", uma canção servida por arranjos orquestrais em que se destacavam os solos da secção de sopros. Do outro lado, "Já Não Sou Criança", com texto de Hernâni Correia (1925-1998) - e natural de Lagos, tal como Maria Dilar - mostrava uma música que apelava à dança e que tentava provar que Nóbrega e Sousa estava a par dos novos ritmos da moda juvenil.

Maria Dilar continuaria a sua carreira até aos dias de hoje, tendo ainda no ano passado editado o álbum "Fados Que Canto", pela Ovação.

Etiquetas: , , , ,

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

gostaria de perguntar que músicas este compositor fez para Amália Rodrigues cantar.. sabe dizer-me?

04/06/2007, 21:32:00  
Blogger bissaide said...

Sem ser exaustivo:

Ai Chico, Chico
Covilhã, Cidade Neve
Lisboa dos Milagres
Triste Sina

Mais tarde ou mais cedo aqui estarão!

06/06/2007, 00:30:00  
Anonymous dim said...

Penso que seria interessante se +e um tema escrito de propósito para o artista ou se é uma versão. Podia usar-se nas tags:inédito; versão da época; versão...

12/06/2007, 13:04:00  
Blogger bissaide said...

Caro Dim: obrigado pela sugestão, que é de facto pertinente. Sempre que conseguir saber se se trata da primeira interpretação ou de uma versão posterior, vou passar a incluir esse tag.

Abraço!

13/06/2007, 09:54:00  

Enviar um comentário

<< Home